Como na primeira projeção, o principal atrativo desta continuação está novamente a cargo de Robert Downey Jr, interpretado soberbamente Tony Stark, o homem de ferro. A segurança de sua interpretação é o principal fator para qualidade da película. Hoje é amanha e num futuro próximo, não terá outro sujeito que interpretara o homem de ferro com tanta força que nem Downey Jr, o que só credencia a franquia e ainda lhe garante um faturamento nos próximos anos.

Nesta continuação, passa-se seis meses após a declaração de Tony Stark referindo-se ser o Homem de Ferro, onde se encontra aclamado pela sociedade como um ícone pop. Porém vivência uma terrível pressão por parte do governo americano, querendo os segredos da armadura de ferro para ser implantada como um recurso do exercito americano. Paralelo a isso está sendo envenenado pelo dispositivo que o mantém vivo, podendo lhe causar uma morte futura.

Já no começo do filme, conhecemos o seu novo adversário, Ivan Vanko (Mickey Rourke), um cientista russo que planeja vingar seu pai matando Tony, por uma antiga rincha de seus pais. Ao decorrer da trama, ocorre à aliança de Vanko com Justin Hammer (Sam Rockwell), um industrial de armamento que almeja derrubar seu concorrente Tony.

Para ajudar o homem de ferro a combater o mal a vista, Nick Fury (Samuel L. Jackson) chefe de uma agência de espionagem lhe ajudara a responder a cura dos seus dilemas. Além desta ajuda, contará também com a presença misteriosa de Natalie (Scarlett Johansson) é dos seus velhos amigos Pepper Potts (Gwyneth Paltrow) e o militar Rhodes (Don Cheadle).

Homem de Ferro 2 é um show de entretenimento, tudo consta na medida, não aborrece o telespectador com um show de fantasia excessiva. A diversão é um prato cheio, muitas são as horas que Tony Stark aplica uma piadinha é nos faz rir. A trilha sonora é algo a parte, do instrumental de Tom Morello ao clássico de AC/DC.

Os dois vilões é um ponto positivo para trama, Mickey Rourke e Sam Rockweel conseguem dividir a cena na medida pedida é trazem uma boa interação é reforçam a importância dos seus personagens.

Ao contrario da maioria das adaptações de quadrinhos para o cinema, a exceção dos Batmans de Christopher Nolan, o que garante a qualidade no filme, não é o show de efeitos especiais é sim o excelente elenco da projeção. Todos fazem um excelente papel é conseguem render o lado humano da trama.

Quem procura se divertir com qualidade e não atura as mesmas explorações de malevolência do entretenimento, consegue se divertir do começo ao fim com esta historia.

Anúncios